COGNIÇÃO COM A IDADE PODE SE TORNAR PRECÁRIA

CLIMATÉRIO E PERI-MENOPAUSA CONTROLADA

31 de outubro de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: HIPOTIREOIDISMO SUBCLÍNICO

UMA DOENÇA EXTREMAMENTE COMUM QUE GRADATIVAMENTE LEVA AO AUMENTO DO ÍNDICE DE MASSA CORPORAL.


Um dos transtornos que a paciente e familiares percebem precocemente é o aumento de peso e sobrepeso que levam a obesidade, e que leva a paciente não se identificar com sua auto imagem, levando a depressão a tristes e outras doenças desagradáveis, e a paciente luta com todas as forças sem grandes resultados quando não tratados. Prisão de ventre. Pele seca. Puberdade precoce que além do aumento do peso e sobrepeso, facilitará a baixa estatura que eventualmente é irreversível. Irregularidades menstruais (ou mais intenso que o normal ou mais leves que o normal, com relação ao sangramento). Descarga leitosa dos seios (galactorreia) por aumento de um hormônio denominado prolactina. 

Hipotireoidismo pode causar sérias complicações se não tratada. Felizmente, ele pode ser facilmente diagnosticado com exames de sangue que medem os níveis do hormônio da tireóide tiroxina (T4) e hormônio estimulante da tireóide (TSH). O endocrinologista ou neuroendocrinologista também pode querer testar anticorpos antitireoidianos e verificar os seus níveis de colesterol total, HDL colesterol (bom colesterol), LDL colesterol (mau colesterol), Mgmin ultra mau colesterol mais frequente em diabéticos mellitus tipo 2, triglicérides. Com base nesses resultados, o endocrinologista ou neuroendocrinologista, irá decidir se a prescrever medicamentos ou simplesmente ter o paciente começa testes de laboratório a cada 6-12 meses. O tratamento farmacológico padrão para o hipotireoidismo é uma dose diária de um hormônio da tireóide sintético chamado levotiroxina.
Esta droga ajuda a normalizar os níveis sanguíneos de T4, TSH, e um hormônio chamado terceiro triidothyronine (T3). Muitas prescrições de medicamentos podem interagir com levotiroxina e aumentar ou diminuir sua potência. É claro que seu endocrinologista saberá sobre o sinergismos entre as substâncias aconselhadas ou não. Grande quantidade de fibra dietética também pode interferir com o tratamento com levotiroxina. Pessoas que comem dietas ricas em fibras podem necessitar de doses maiores da droga indicadas para a terapêutica.

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologia
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologia – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.Existe risco aumentado de aborto espontâneo em mulheres normais ou com hipotireoidismo subclinico?
http://hipotireoidismosubclinico.blogspot.com

2.Existe possibilidade de aborto espontâneo em caso de tireoide aparentemente normal, mas com exames auto imunes positivos ?
http://tireoidecontrolada.blogspot.com/

3.Hipotireoidismo subclinico, quais as consequências não se tratando?
http://endocrinologiaclinica.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:

Prof. Dr. João Santos Caio Jr, endocrinologista,neuroendocrinologista, Dra Henriqueta Verlangieri Caio, endocrinologista,medicina interna-Van Der Häägen Brazil – São Paulo –Brasil, Departamento de Endocrinologia do Hospital Huashan, da Universidade Fudan, de Xangai, na China PR Prof Renming Hu, Huashan hospital, Fudan University, Médio Wulumuqi Road, Shanghai, China.

Contato:
Fones: (11)5572-4848/ (11) 2371-3337/ ou 98197-4706 TIM 
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: vanderhaagen@gmail.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17